LOULÉ: Quarteira festeja os Santos Populares, apenas com brilho.

Ainda não é este ano que o desfile das Marchas Populares de Quarteira volta a sair à rua. Pelo segundo ano consecutivo, por culpa da pandemia, estes festejos do Santo António, São João e São Pedro foram cancelados. Mas, ainda assim, os Santos Populares terão «uma presença simbólica, não só no terreno, através de elementos decorativos, mas também no espaço digital, com uma atividade online».

Foi com o intuito de evitar a concentração de público e, consequentemente, a propagação de infeções por COVID-19 o que, a par das questões de saúde pública, poderiam pôr em causa a economia local e a dinâmica turística na época balnear que agora arranca, que as entidades envolvidas nesta organização – APROMAR, Câmara Municipal de Loulé e Junta de Freguesia de Quarteira – decidiram não realizar o evento em 2021.

No entanto, pretende-se manter viva a tradição e, por estes dias, as ruas da cidade estarão decoradas e iluminadas com elementos alusivos aos Santos Populares, com destaque para o Calçadão Nascente que é, por excelência, o palco destas Marchas, mas também as artérias e os bairros representados pelos marchantes.

Mas se, nas noites de Santo António, S. João e S. Pedro, a cidade de Quarteira não terá o brilho dos trajes dos marchantes, as coreografias dos grupos e a música popular que traduz essa relação com o mar, vai ser possível vivenciar um pouco do espírito bairrista deste evento através de uma Exposição Digital que trará imagens de outras edições. Esta iniciativa vai estar online, no Facebook da Câmara de Loulé e da Junta de Quarteira, a partir do dia 12.

Fonte: CML